O Casamento como meio para a Libertação (Definição Breve)

O casamento é um ato perpétuo e altruísta, tipificado pelo companheirismo em que duas individualidades completas manifestando polaridades se associam para que ambas de forma interdependente despertem as qualidades latentes no seu parceiro e auxiliem em júbilo espiritual e harmónica concepção a obtenção da completude astral e divina em ambos os aspectos da criação. É, … Continue a ler O Casamento como meio para a Libertação (Definição Breve)

Sem Semblante

Por Lúcifer se parecer com o homem material e visível não quer dizer que este seja, por razões de verosimilhança, o modelo de virtude a ser imposto e seguido. Numa era de matéria, que amanhã se findará pelo báculo, pena e espada, assim o pode ser infernicamente fito, pelas inúmeras deturpações empíricas que o senso … Continue a ler Sem Semblante

Vis prazeres & queijos tais

O prazer, tanto é a indulgência matutina das belas almas desvigoradas como do vigor centrifugal aos espíritos erráticos. Em toda a forma ecuménica, viver dele em sobejo é cometer-se contra si mesmo, um patricidio da mais quebrada estância, uma epopeia de devassidão, é da razão o infortúnio, perder-se o indivíduo à correnteza firme do diabo. … Continue a ler Vis prazeres & queijos tais

Razão & Fé – Breve Devaneio

Um homem sem fé é um mero abstrato ao serviço da relativização das coisas, fica-nos somente uma razão ressequida à mercê de interpretações desonestas. A longo prazo, desprovido do seu credo, o Homem chegará ao ponto de ser proibido pelo paradigma de o professar não só no plano prático como no plano espiritual, perderá Deus, … Continue a ler Razão & Fé – Breve Devaneio

Sinais

Os sinais e marcas são tal como vírgulas numa frase: Quando bem colocados dão personalidade à face e rosto do conceito. Se mal evidenciados são de ferir ferozmente a vista. Quando a tez e estrutura com eles afirma um ténue contraste, existe a plácida harmonia.   Mas se o contraste for demasiado, como uma luz … Continue a ler Sinais